InfoMoney – Com o objetivo de verificar possíveis falhas em seus sistemas operacionais e ajudar a proteger seus usuários, a Microsoft atualizou o seu programa de premiações e vai oferecer até US$ 250 mil (cerca de R$ 790 mil) para quem encontrar problemas críticos no Windows.

Dentre as diversas oportunidades, a com maior remuneração é a busca por vulnerabilidades e falhas graves na execução e no design da função Hyper-V. Já para encontrar novas técnicas de exploração contra proteções incorporadas na versão mais recente do sistema operacional Windows, a remuneração é de até US$ 100 mil. Há ainda a opção de procurar por erros graves no navegador Microsoft Edge ou em versões de teste do Windows 10, o que pode render até US$ 15 mil.

Os programas de recompensa também são utilizados por outras empresas de tecnologia como Apple, Facebook, Uber e Facebook, como forma de convencer profissionais da área de segurança a informarem falhas à companhia ao invés de as comercializarem no mercado informal.

Anúncios